preconceito


é incrível, mas a imprensa escrita brasileira nunca consegue acertar o nome artistico do Snoop Dogg, ou Snoop Doggy Dogg (o nome original q foi encurtado para Snoop Dogg já tem um tempo). hje, no O Globo, a reportagem cita q o nosso rastaman positive vibrations medalha de ouro, Diogo Silva do taekwondo, é fã de “Snoop Dog Dog”

galera, é tao dificil entrar na internet e checar o nome do cara no google? eu já cometi esse erro de nao conferir, é um erro q vc comete uma vez na sua vida pra nunca mais, tem q conferir

e de qqr jeito, a citaçao ao Snoop pareceu meio forçada. a cobertura dessa medalha de ouro tá meio esquisita, pq o diogo é negro e abre a boca pra falar de verdade, reclamar da falta de apoio da confederaçao, etc. entao a imprensa predominantemente branca e preconceituosa nao sabe como reagir, e acaba demonstrando seu despreparo em lidar com o assunto nos textos. no globoesporte.com, por exemplo, diogo é descrito como um “cidadao em todos os sentidos da palavra”, mas nao é explicado pq. e vem cá, alguem se importou em buscar a confederaçao de taekwondo pra bater as palavras do diogo com eles, ver a repercussao do mestre kim? nao, o importante é vilanizar o cartola, como sempre

nada disso tem a menor intençao de diminuir o feito do diogo, q é outro atleta q eu ja tinha entrevistado na preparaçao pras olimpiadas de atenas – eu liguei de madrugada pra coreia, onde ele, o marcio wenceslau e a natalia falavigna estavam treinando na epoca – e com certeza merece todos os aplausos e apoio nao só pela trajetoria dificil q superou, mas pelo “simples” feito de conseguir uma medalha de ouro. o q eu estou dizendo só é q a imprensa nao sabe lidar com um caso como este. mais infeliz ainda foi ter acontecido no mesmo dia do hepta do volei na liga mundial e de uma vitoria da seleçao sobre a argentina na final da copa america, q encobriram a medalha do diogo

no O Globo, o Diogo ainda diz q o Brasil precisa de mais exemplos “de quem vem de baixo”. com todo respeito, diogo, permita-me discordar em parte: exemplos de gente vinda de baixo a gente tem muitos e sempre terá; o q a gente precisa é de mais apoio de quem está em cima para quem está embaixo. vc mesmo está aí pleiteando essa ajuda. falta é solidariedade – e nao é só do governo nao

aproveitando, divulgo a vcs q estou fazendo um blog com meu amigo leitao pra comentar e zuar o pan, o É Nós No Pan. eu só mandei esse comentario aqui pq achei q tinha mais a ver com a minha velha reclamaçao do O Globo e contra o preconceito

Anúncios

eu pensei q grafite hoje em dia fosse considerado arte, e pensei q pudesse ser encarado tbm como protestos e provocações à sociedade

para o globo.com, porem, trata-se apenas de um ato de vandalismo

eu achei q essa pichaçao foi extremamente provocativa e inteligente. podem tentar abafar o qto quiser, mas essa é a visao q o proprio carioca tem de sua cidade hje em dia. nao sei se foram “os traficantes” (pq tudo é sempre culpa deles) q fizeram, ou algum grupo de grafiteros q teve a ideia, mas eu achei genial. pra mim vandalismo é agredir fisicamente, destruir, isso dai em cima é arte e desafio

rapá, tu vê só, eu fico falando tanta coisa a favor dos gays, agora o david brazil tá a fim de me ver pelado! i betta watch mah back

manero o vampeta e o tulio serem a favor de companheiros homossexuais. mas meus amigos mandarini e rodrigo campos podiam ter entrevistado uns jogadores mais “ativos” atualmente em vez de ir no caminho previsivel de falar com os 2 caras q já posaram nus pra g magazine. q tal perguntar prum matuto tipo o paulinho ou um esquentadinho tipo o fabio costa o q eles acham? ou ainda pros “manos” tipo o renato e o betao? desses caras q eu quero ver se rola aceitaçao

rapai, nova iguaçu tá mto chique. chic, poderosa, glamurosa, tudibom…

sabia q até lá tem parada do orgulho glbt? sinistro, né? ta evoluindo, nova iguaçu! agora eu quero ver quando sao gonça vai entrar no bonde tbm!

algo a se pensar, porem: pq temos uma passeata de orgulho gay e nao temos uma de orgulho negro? se existe a de orgulho negro, nunca ouvi falar, e isso levanta otra questao: pq a parada do orgulho gay é tao celebrada e publicada e a do orgulho negro fica no ostracismo? será pq 1- homossexualismo é um assunto menos tabu pra imprensa do q o racismo; ou 2- pq há mais homossexuais em posiçoes de prestigio e na imprensa do q negros? (engraçado q esse post era só pra falar q nova iguaçu tem parada gay, mas já virou um protesto… uhauhahuahuahuahua mas agora vamos até o fim do raciocinio)

eu tinha uma visao meio preconceituosa dessa relaçao. era o seguinte: se vc quiser ter oportunidades mesmo sendo gay, é mais fácil esconder sua preferencia sexual. se vc é negro, nao tem como esconder sua cor de pele. mas ok, eu sei q nao é bem assim: ser forçado a esconder sua preferencia sexual – e nem só isso, seu estilo de vida, mesmo sendo algo pessoal q nao deveria interferir com sua vida profissional – é algo inaceitavel, é prejudicial à saude mental e fisica

mas pq se ignora a luta e problematica racial? pq a unica luta a q se permite engajar-se nesse país é a dos gays? vou dizer, de vez em quando nas ultimas noites eu passei pela record e tava passando o “fala q eu te escuto”, sabe esse programa? po, é uma merda, óvio, mas se vc quer entender oq boa parte do povo pensa – afinal, a fatia evangelica do país cresce em progressao geometrica diariamente, goste ou nao – é um bom parametro. num desses dias, eles colocaram o tema “vc é a favor ou contra as cotas raciais?” no ar, e todos os q ligaram – TODOS – eram contra. teve uma q disse, “olha, tenho um irmao q é escurinho e tem até boa condiçao, acho q tinha q ser cota só pra pobres”. mas sabe qual é o problema disso? qtas dessas pessoas sabem exatamente a diferença entre cada sistema de cotas de cada universidade? o caso dos gemeos da UnB foi um caso mto mal analisado, mas o sub-reitor da uerj disse no “debate mtv” q a cota de negros de lá, por exemplo, é incorporada à cota para menos favorecidos, e passa por um processo de analise extenso, com entrevistas, comprovantes, etc

eu mesmo nao sei exatamente os criterios! mas esse é o problema: a gte critica sem nem saber direito. todo mundo tem uma opiniao sem nem saber do q se trata. esse é o problema. e todo mundo subestima a questao racial por causa da velha ideologia q vem desde os anos 30 q o brasil é “país mestiço sem preconceitos e sem raças”. beleza, nao temos “raças puras”… mas q existe preconceito de cor de pele, existe; pergunta pra qqr negro, mesmo os de “boa condiçao”

UPDATE: vc duvida? vê só a reportagem do Miami Herald, em q um americano negro veio aqui pra investigar as relaçoes raciais na america latina e descobriu q aqui no brasil as coisas nao sao tao diferentes dos EUA

eu sempre critico o O Globo e a policia, né? Pois tá na hora de fazer uma coisa diferente e inverter um pouco: falar mal do Jornal do Brasil e defender um pouco os tiras

o JB foca sua ediçao de hje demais nos assaltos em ipanema e no medo dos seus moradores (nessa, a fonte do jornal chega ao absurdo preconceituoso d dizer q “hje, o bandido nao está só no morro” – como se todo mundo no morro fosse bandido e só de lá fosse possivel sair ladroes, sequestradores ou assassinos), e o tiro levado pelo comandante da PM ontem leva a um editorial previsivel, batido e ineficiente

acho engraçado essa cobrança toda em cima da policia. pelo q dizem essas materias e relatos, essas pessoas querem q um policial esteja em todas as esquinas a todos os momentos. pra isso, primeiro tem o problema q eu expus num dos primeiros posts do blog: quem quer ser policial hje em dia? todo mundo quer mais policiais, mas quem tem a coragem de ir fazer o trabalho sujo? isso me lembra tb a piada do weekend update no episodio do saturday night live com o justin timberlake, q foi reprisado na sony no sábado passado: imigrantes ilegais foram contratados pra construir a barreira na fronteira do mexico com os eua, justamente com o proposito de manter os imigrantes ilegais fora do país; a amy poehler fecha a piada dizendo q “imigrantes ilegais estao fazendo os trabalhos q americanos nao querem fazer, para impedir q mexicanos tomem os trabalhos que americanos não querem tomar”

e se tivessemos policiais em todas as esquinas, eles nao virariam alvos faceis? alooow, ninguem se lembra dos ataques sofridos por eles em dezembro? outra coisa ainda mais importante: o q o policial deve fazer, parar qqer pessoa q for considerada suspeita na rua? e oq faz d uma pessoa suspeita? os preconceitos de um policial? vc pode ter absoluta certeza q haveria uma revolta enorme da sociedade e classe media se começasse a ser vigiada de perto e perdesse sua tao celebrada privacidade. lá no instituto de comunicação da uff, mto se pedia q tivessem policiais na porta e patrulhando pq há mtos assaltos naquela area de niterói, e até assassinatos. mas q filhinho de papai quer ser revistado todo dia ao chegar na aula? e quem vai abrir mao de poder fumar maconha no diretorio academico? nao to condenando ngm, eu mesmo nao quero ser revistado ao chegar na aula nem parar de fumar. é uma simples questao de perspectiva

pra mim, o q tem de haver é de repente um melhor monitoramento por cameras e maior agilidade na perseguiçao. a gente vai acabar se tornando a sociedade “big brother” mesmo, constantemente vigiada. e acho q essas materias de hoje falam mto da suposta ineficiencia policial em ipanema e ignoram a melhoria q a policia deu aqui no leblon desde o assassinato da mãe da manuela. tá mto bem patrulhada a area, ao ponto q se torna irritante. talvez pudesse ser melhor vigiada um pouco a noite, mas de dia, melhorou bastante

como eu já disse. acho q tem mto foco na consequencia, o crime, e quase nada nas causas – a falta de oportunidade, de educaçao, e o sistema baseado na inveja e ganancia. pra mim, esta noticia sobre a discussao do sistema de reprovaçao é mto mais importante do q o crescimento da violencia em ipanema. porem, vende menos jornal. qto a essa noticia, em q o cesar maia defende a aprovaçao automatica e os professores dizem q isso é apenas manobra do prefeito pra dizer q seu governo nao tem reprovaçao, acho q ambos os lados tem suas razoes: aprovar por aprovar é como um cuspe na necessidade da educaçao; se o cara nao precisa mostrar q aprendeu, pra q estudar? por otro lado, o q se ensina na escola brasileira tem mto de irrelevante, desnecessário e até mentiroso – a teoria criacionista, o descobrimento do brasil, a aboliçao da escravatura sao alguns exemplos -, e as vezes sao essas bobagens q impedem o aluno de avançar e se formar, e incentivam-no a largar a escola e procurar otros caminhos, como o crime

há mto a se discutir sobre todas essas coisas. nao é preto e branco como se diz, e ainda mais, tem de se pensar no outro antes de se pensar em si proprio. essa questao da violencia mostra um individualismo gritante, em q todo mundo está preocupado demais em se proteger às custas dos outros, sem pensar em como ajudar o outro e evitar q adote a vida do crime

bom. se eu tiver otras ideias pra falar sobre esse assunto eu posto mais. eu me canso qdo eu falo sobre essas coisas. já me esqueci, mas tinha umas coisas legais do rio pra postar hje

o comandante da policia é recebido a tiros na vila cruzeiro. foram 17 mortos, 56 feridos e apenas 10 presos em todo o tempo de ocupaçao da vila cruzeiro e complexo do alemao.

nao é hora de reconhecer a derrota, recuar e repensar a estrategia? fala-se tanto sobre como os eua tem de fazer isso no iraque, mas aqui essa ofensiva é perdoada. queria q a classe media-alta pensasse: se os traficantes q a policia está encurralando estivessem em predios em ipanema e leblon, será q os moradores tolerariam essa invasao de seus edificios e tiroteios em suas escadas, elevadores e janelas? vivemos nessa bolha de segurança, cada vez mais patrulhada, e tiramos uma das poucas fontes de renda dos pobres

nao sou pró-trafico, mas precisa ser visto o lado das comunidades ao redor dele. cade o debate em torno de oportunidades iguais pra quem sai da periferia? o debate em torno da educaçao publica durou uma semana e já foi deixado de lado. todo mundo ja foi solto na operaçao furacao. agora, teremos uma cpi do carnaval!!! mas quem se importa com o povo?

vc mata um traficante, aparece outro, é como a hydra, como a medusa. a casamata q a PM explodiu nao foi reconstruída em uma semana? a soluçao nao é explodir o trafico, é esvazia-lo. só q ngm vai parar de consumir drogas. entao cade o debate da legalizaçao e descriminalizaçao q o sergio cabral sugeriu? nao dá pra fazer uma experiencia de 1 ano?

sei lá, só acho q passou da hora de buscar otras alternativas. exercito e guerra claramente nao estao funcionando, só estao piorando. tá na hora de se admitir a propria culpa em criar um mundo em q a unica alternativa é o crime

o Neguinho da Beija-Flor é europeu. Obina tbm!

e mesmo assim, um irmao gemeo é considerado negro, e o outro, identico, nao é e fica de fora do sistema de cotas da universidade. ei, se fizessem o tal teste de ancestralidade genomica, talvez seja provado q eu tenho genes africanos e possa entrar direto numa nova faculdade, q tal?

sao só mais provas q 1- racismo é uma atitude burra, imbecil e idiota, e 2- nao é por compensaçao q vc vai resolver esse problema