política


se vc vai às mesmas aulas de jornalismo com os mesmos professores, as chances sao q pensará parecido. bom, meu colega de UFF Marcos Lessa, em seu lessog, tbm teve reaçao parecida à minha à noticia dos assessores da presidencia fazendo gestos obcenos apos verem no JN q seriam “inocentes” pelo acidente do avião da TAM. a diferença é q o lessa tem uma sensibilidade e facilidade com as palavras mto maior q a minha, q sou um preguiçoso, relaxado e ainda desbocado q por alguma razao sempre soo agressivo mesmo qdo to tendo mil cuidados pra soar delicado (hmmm donzelo)

entao eu republico aqui o post do lessa, pra esclarecer um pouco meu ponto de vista tbm. o post se refere nao à noticia do JN, mas à manchete do O Globo do dia seguinte, com a seqüência de fotos dos gestos e a manchete “top, top, top”:

“Nada como um dia após o outro. Ontem, destaquei a primeira página do Globo como exemplo do que a imprensa deve ser, fiscalizando o poder em nome da sociedade, com responsabilidade.
Hoje, parece que o Globo voltou ao normal…
Seqüência de três fotos mostram o momento em que o assessor da presidência Marco Aurélio Garcia e um companheiro de trabalho comemoram a notícia de que o avião da teria um defeito, tirando Governo e órgãos de controle da aviação do papel de possíveis culpados pela tragédia. Não bastando, os dois fazem gestos bem conhecidos de todo brasileiro: o top, top, top, mandando tomar lá; e outro, dizendo que os inimigos se auto-fornicaram (copyright: LFV).
Primeiro: qual a necessidade de colocar essas fotos na primeira página? E mais: quais as conseqüências? Porque, para um povo ainda sensibilizado e revoltado com a tragédia, ver pessoas ligadas ao Governo Brasileiro com esse tipo de reação não ajuda em nada. Ao mesmo, tempo, nada informa. Ou melhor informarIA que eles ficaram felizes pela responsabilidade não ser deles.
Eu te pergunto: você reagiria diferente? Você, sendo um dos responsáveis pelo funcionamento da Nação e de seus espaços áereos, vê uma tragédia dessas acontecer. Cerca de 200 pessoas mortas. Ao se dar conta que você não foi responsável por isso – como estava sendo anunciado e suspeitado, com certa razão – você não ficaria aliviado?
(Não vou nem levar em consideração os gestos obscenos. Ficar discutindo isso é moralismo babaca que não vai nos levar a lugar algum.)
A edição da notícia induz o leitor a encarar a reação dos assessores como uma leviandade do Governo diante do drama das vítimas. O leitor pode pensar que estou defendendo o Governo com unhas e dentes. Na verdade, defendo um jornalismo responsável, queixa recorrente nessas queridas linhas blogueiras.
Outra questão é da visibilidade do canal de comunicação: já imaginou se o país inteiro flagrasse as piadas que você conta para os colegas de trabalho? O que pensaríamos de você, hein? Retirar do contexto privado uma conversa e transferi-la para um canal público traz sérias conseqüências, que devem ser muito bem pensadas antes de serem publicadas. Vide os grampos da PF, que ao serem vazados a torto e a direito transformaram alguns citados em culpados, e depois que nada é provado contra os mesmos fica a sensação da impunidade. Dessa vez, provocada pela falta de noção para levar as informações a público.
Bem disse meu colega Henrique, quase-profeta, comentando o post anterior: “Lessa,concordo com você, mas temos que manter o cuidado com a imprensa. Há uma grande companhia envolvida e até agora não foi demonstrado se o acidente foi provocado por problemas com a pista ou foi fruto de um erro humano. Esse é um excelente momento para bater nos órgãos federais que controlam a aviação, mas ainda não há provas de conexão entre os problemas de apagão aéreo e este trágico acidente”.
Senão, top, top, top pra todos nós…”

algumas considerações, levando em conta o q meu amigo joão disse em seus comentarios de meu post original sobre este assunto: sim, os dois assessores estavam em um local publico, “casa-sede do país” como joão colocou, de janelas e cortinas abertas. nao é o mesmo q estar com as janelas e cortinas abertas em casa, e aí seria um absurdo se estivessem filmando;

nao quero entrar no merito de quem faria o mesmo gesto na mesma situaçao pq nenhum de nós viveu a situaçao e mesmo q nos enchamos de moral e respeito nao podemos ter certeza q faríamos ou nao. a minha pergunta é: qtas vezes vc já nao fez um “top top top” ou “uhh” ao saber q fulano “se fudeu”? e se os relatorios tivessem provado q a culpa era toda do governo, vc em casa nao faria tbm um “top top top” pro lula? repito: isso nao perdoa a atitude do cara em face da morte de centenas e ainda mais em um local de trabalho e face da nação. só estou tentando demonstrar q esse jornalismo é sensacionalista, e é capaz de tornar até uma tirada de meleca em um ato atroz

como o lessa disse, uma noticia dessas, veiculada da forma como foi veiculada, só traz mais dor e decepçao em um período q o povo e as familias das vitimas nao precisam de mais nada disso, mas sim de respostas e soluçoes. tudo isso desviou a atençao do verdadeiro problema por uma semana, e continua desviando como vc pode ver pelo meu post. mas é nessa direçao q o jornalismo está apontado, no patrulhamento de pessoas e celebridades, em vez da cobrança e “fiscalizaçao” de medidas

Anúncios

a ong Rede de Comunidade e Movimento Contra a Violência fez umas camisas zoando o Pan e o Cauê. numa dizia “sol e lucros para os ricos, violência para os pobres” e na outra “eu vim buscar sua alma” e chama o mascote de “Caô”

inteligentissimo protesto, direto. e a policia nao apreendeu e proibiu por ser “ofensivo”, “vergonhoso”, “vandalismo” ou qqr coisa q a imprensa “conservadora” pode tentar atribuir, mas por razoes capitalistas, pode ver: uso indevido de marca (as camisas tinham a marca do Pan) e por uso indevido de imagem (do Cauê)

em um evento em q as pessoas sao proibidas de levar alimentos pra comer e tem q consumir só produtos careados dos patrocinadores, com zero valor de nutriçao

é óbvio q todo politico lê seus discursos em placas, assim como qqr ancora ou apresentador usa um teleprompter. mas agora, vendo o anuncio do lula sobre o acidente da tam na tv, eu saquei a tecnica dele pra disfarçar q tá lendo: ele vai mexendo a cabeça pro lado oposto q lê, e a palpebra vai pro canto do olho! vê se vc concorda

olha, eu nao sou anti-lula, nem to tentando critica-lo ou persegui-lo. tbm nao sou pró-lula, mas enfim, foi só uma coisa q eu reparei e queria ver se vcs concordam ou só acham q eu viajei

falando nisso, o jornal nacional hj tava de sacanagem. eles falaram com claro tom de ironia sobre a condecoraçao de membros da aeronautica nesta sexta. e daí? q tal explicar pq eles foram condecorados? como eles disseram mto de leve, esse tipo de premiaçao acontece anualmente. quem disse q tem alguma coisa a ver com a crise no setor aereo?

e o lance do cara do governo fazendo gestos obcenos após a noticia do JN? é obvio q a atitude foi deploravel e lamentavel, mas ninguem vai concordar q o q a globo fez foi eticamente lamentavel tbm? quem deu o direito à globo de invadir a privacidade dos dois assistindo à tv? é a mesma questao da camera escondida. minha professora sylvia deve estar subindo pelas paredes

alguns estudantes iranianos lançaram nesta segunda um game em q os soldados americanos sao os viloes e a missao é resgatar um casal de iraquianos experts em tecnologia nuclear, mantidos como reféns pelos eua

com certeza esse game vai ser alvo de muitas reclamaçoes e criticas tanto nos eua qto no brasil. criticas infundadas: em tantos games americanos, os viloes sao iranianos, iraquianos, russos, etc… qdo sabemos q na vida real os viloes muitas vezes sao os americanos. cada um protege seu ponto de vista

é engraçado como o garotinho é sempre “perseguido”, nunca é culpa dele… sempre o mesmo discurso. se tu nao fizesse merda, nao seria perseguido!

e o deputado pudim usa outra defesa q tbm já ficou batida entre politicos: a de q “a imprensa condena e esquece o preceito de q todos sao inocentes até serem provados culpados”… dá um tempo: eles tao noticiando um fato, q vcs foram denunciados em um caso de crime eleitoral e estao sendo investigados. isso nao é condenaçao, é apenas publicaçao. o publico nao tem direito de saber q vcs estao sendo investigados? e nao tem essa, ngm tá dizendo q vcs sao culpados, mas vcs tem de se provar inocentes, sim! se foram indiciados, é pq há provas q os mostram como culpados, entao vcs tem de provar q essas provas ou sao falsas ou estao colocadas de forma erronea

pra mim, qdo vc resolve acusar os otros d perseguiçao e culpar os otros por seu problema, é o primeiro sinal de culpa. aí, é vc q está criando seu proprio julgamento pela sociedade, nao a imprensa

vcs tao ligados na monica veloso, a “jornalista” q engatilhou todo o caso renan calheiros e está sendo chamada por alguns até de “monica lewinski brasileira”? pois de lewinski ela num tem nada, é 10 vezes melhor. se liga nas fotos:

morre facil, num morre? a playboy, q num é boba nem nada, já tá de olho

de monica lewinski, essa mulé só tem o nome e a esperteza de tirar dinhero e fama de um politico burro… pq a lewinski era gorda e feia, e deu (ou só chupou, sei lá) pro presidente dos estados unidos, q era um cara bem carismatico e até charmoso e galã. o renan calheiros é asqueroso, deprimente. ou seja, ou ele é um FENOMENO no 171, ou a mulé já tava de olho na grana e carreira politica dele desde entao