eleição


o verdadeiro rei do rio, o cristo redentor, foi uma das 7 novas maravilhas eleitas via internet. tb, depois da campanha d lavagem cerebral – “votem no cristo, votem no cristo, votem no cristo” – q tomou conta da imprensa por todo o primeiro semestre, era dificil q nao fosse mesmo

mas nem precisavamos desse negocio pra saber q o cristo é uma maravilha, né. aquele ali é o meu porto seguro, e todo carioca se sente em casa qdo o vê. bom, ok, menos os da zona oeste, tvz

rio_de_janeiro_1111.jpg

os otros eleitos foram a grande muralha da china, machu pichu, taj mahal, a cidade helenistica de petra, a piramide de chichen itzá e o coliseu

tava lendo esse post no Pauta do Dia sobre a matéria de capa do Washington Post q colocava os números na mesa e dizia q no Rio morreram mais menores cariocas entre 2002 e 2006 q menores israelenses e palestinos vítimas de ataques em Israel. de acordo com o post (eu não li a matéria do WP), o artigo tbm falava da discussão sobre redução da maioridade penal. nos comentários, muita indignação com a violencia, a mesma de sempre… tem um comentario genial de uma Ursula, “Antes tivesse uma guerra por aqui, não? Pelo visto, morreriam menos jovens.” faz sentido

mas enfim, a razão pra eu estar colocando isso aqui é q essa discussao nunca é simples e tem vários aspectos. oq eu queria dizer só é q muito se diz “basta”, muito se diz “chega” e se cobra maior atuação da polícia. mas sabe no que isso tem dado? nas milícias. nos tiroteios. em mais mortes de inocentes. o povo pede segurança, mas como ter segurança se ninguém tem educação pra buscar outro caminho? não é simples, preto no branco, “vamo aumentar o efetivo e prender esses caras”

primeiro, quem quer ser policial hje em dia? vc ganha mal, é mal visto por mais da metade da população mesmo q seja o mais honesto de todos, e está cada vez mais arriscado de morrer em serviço, pq os “bandidos” estão muito melhor equipados q a policia. se vc for de origem carente (pq é obvio q a maioria dos policiais vem de classes mais baixas, afinal a classe media nao quer arriscar o proprio pescoço, tampouco a elite), ainda tem o agravante de q fazer parte da policia é marcar um alvo enorme no seu peito na sua propria comunidade

segundo, com tanta gente envolvida, vc acha mesmo q vai erradicar 100% a corrupção? alguem vai acabar sendo corrupto. é mta gente. a questão do salário e da comunidade entra diretamente nisso, pois 1- vc precisa de mais grana pra viver e 2- vc sabe q está arriscado de morte pelo comando atuante na sua área se não entrar no jogo dos caras. mesmo q o salario aumente, às vezes um cara pode simplesmente ficar ganancioso e aproveitar. nao to dizendo q “a maioria vai se corromper” ou q “devemos desistir de fiscalizar”, mas esperar uma completa limpeza das forças é utopia

terceiro, “colocar a corja atras das grades” nao é simples. o q tem de advogado de defesa eficiente por aí nao é brinquedo, e como é repetido ad infinitum pelo povo, a justiça brasileira é lenta. e vc coloca os caras atrás das grades, e eles continuam comandando suas quadrilhas de dentro dos presídios, como aconteceu com o fernandinho beira-mar

na discussão da maioridade penal, acho q a mídia ainda nao parou pra ver o lado do menor. q opçoes sao apresentadas a ele qdo é trazido ao mundo? q educação é dada ao menor? a gente vive num sistema q nos educa a sermos pequenos peões do capitalismo, e q nos ensina q apenas pessoas “muito especiais” chegam ao topo. é um sistema q incentiva a inveja, a ganância, a cobiça. nao estou sendo comunista nem anti-capitalista, to só dizendo q o caminho certo claramente nao é esse, são necessárias adaptações

chego enfim aonde eu queria chegar: no meu modo de ver, o povo brasileiro teve uma chance de mudar isso na última eleição. só q em vez de votar pela educação – Cristovam Buarque – votou pela economia – Lula. olha, muito se falou sobre o Lula ter sido corrupto, ter roubado, bla bla bla, caguei. e o povo tbm cagou. na hora da verdade, o q aconteceu foi o seguinte: a economia está bem, e a classe baixa está em ascensão (se é q a classe baixa q cresce e não a classe média q cai…), esse governo é assistencialista e nos ajuda. muito se reclama de segurança e violencia, mas na hora do voto, o brasileiro pensou antes em seu bolso e seu status social do q na reforma educacional. pensou, como sempre, no imediatismo, em vez de investir no futuro

e pra mim, esse é o verdadeiro problema. o q falta é uma reforma na educação, algo q apresente novas opções e esteja atualizado com os novos tempos. nao é simplesmente colocar computador nas salas de aula ou procurar novos métodos de ensino. trata-se de mudar o conteúdo inteiro do q é ensinado, mudar a ideologia e apresentar caminhos diferentes. mas aqui, só se pensa em vestibular, ou em formação de peões. vc deveria ter mais escolhas

mas tudo isso é só uma pontinha do problema e francamente, esse blog nao é tao sério quanto este post. aliás, eu até tenho mais opiniões a respeito, e sei q o q eu coloquei aqui é uma parte muito simples do problema todo. mas deixa isso pra depois, pra outro dia q eu tenha mais paciencia. o q eu queria dizer agora, já disse

mais tarde eu falo mais merda de novo