eu sei, eu sou mto americanizado. eu sou carioca e brasileiro acima de tudo, mas desde pequeno essa porra entra na minha cabeça pela tv e radio e colegio e internet e etc. a paixao pelo futebol americano vem de ver tantos jogos da NFL na band nos anos 80/90, assim como a pelo basquete e a NBA. eu entendo todas as reclamaçoes das pessoas sobre o futebol americano, mas eu acho do caralho assim mesmo. é um jogo mto interessante, com mta estrategia, mta precisao, e ao mesmo tempo mta força, mta velocidade, e é um jogo de vai e volta, mtas reviravoltas

mas enfim, eu nao to aqui pra glorificar o esporte, nem pra comparar ao “nosso” futebol, q é o jogo mais bonito. é o seguinte… vendo todos os jogos das primeiras semanas, eu venho pensando em como uma regra do fuebol americano poderia melhorar os jogos de futebol: o recurso da revisao de lances com video. ok, nao é nenhuma novidade, já foi sugerido varias vezes e rechaçado varias vezes. mas a nfl é um exemplo de um formato em q o replay pode funcionar

na nfl, a revisao em video é usada em 2 casos: ou se um dos tecnicos resolver desafiar alguma marcaçao, ou se os arbitros nao tiverem certeza de sua marcaçao. o segundo caso acontece pouco. se nao me engano, cada tecnico tem o mesmo numero de desafios q de tempos mortos por metade do jogo, ou seja, 3 desafios por 2 quartos. se o tecnico perde o desafio, ele perde um dos tempos mortos; se vence, os arbitros mudam a marcaçao

nao é um sistema perfeito: apesar de terem varias cameras para filmar cada lance, algumas jogadas ainda sao dificeis de julgar, e o livro de regras da nfl é complicado. os arbitros sao orientados a só mudar a marcaçao se tiverem certeza absoluta (meio como os bandeirinhas em marcaçoes de impedimento), mas ainda assim acontecem algumas marcaçoes duvidosas. eu acho q pelo menos o fato de os arbitros serem grandes para admitir a possibilidade do erro e apresentar uma revisao de jogada torna o jogo um pouco mais confiavel

pq a gte nao adapta pro futebol? na nfl, os desafios podem ser usados em quase qualquer caso, mas acho q no futebol isso nao seria necessario, apenas para lances capitais de jogo. pq nao limitar para penaltis, gols e impedimentos, q sao os lances mais polêmicos e q geralmente causam as reclamaçoes com a arbitragem? o q poderia acontecer, exemplos:

– um jogador cai na área e o arbitro marca penalti. o tecnico do time prejudicado sente q o jogador cavou o penalti, entao desafia a marcaçao. o juiz vê o replay e, se decidir q foi penalti, mantém a marcaçao e tira um desafio do tecnico. se ele decide q o jogador cavou, anula o penalti e dá a bola ao outro time do ponto da encenaçao

– um time marca um gol, mas o tecnico do outro time suspeita de um lance irregular. ele pode desafiar a marcaçao, mas tem de dizer o q ele viu ao arbitro para q ele reveja. exemplos: viu uma falta no meio da área que afetou a jogada, algum toque de mão, impedimento, etc. novamente, se o juiz mantém o gol, tira um desafio do tecnico; se tira o gol, dá a bola ao time no ponto da infraçao

– agora atençao na dos impedimentos, essa o ivan já tinha me deixado mais ou menos a ideia e foi o q me deu impulso pra pensar nisso tudo. em vez de o arbitro apitar um impedimento assim q o bandeirinha levantar a bandeira, ele deixa a jogada rolar até o final. após o final, ela é revista pelo arbitro com o tira-teima, e aí é a mesma coisa: se nao foi impedimento, o final da jogada vale, seja bola fora, escanteio, falta, gol, etc; se foi impedimento, bola pro outro time no ponto do jogador impedido. essa adapta o uso das flags do football, q apontam uma falta mas permitem q a jogada role até o final, e a puniçao é aplicada ao final do lance. um pouco diferente da lei da vantagem. nesse caso, nem acontece desafio, o proprio arbitro revisa a jogada

uma reclamaçao é q isso ia parar demais o jogo, alongar o jogo, torna-lo cansativo… as regras do futebol sao mais simples q as do futebol americano, e esses lances nao necessitariam de muitos angulos de camera para resolver, ou seja, os proprios desafios nao demorariam tanto. agora, pra tentar diminuir tbm esse atraso, poderiam limitar os desafios a 2 por tempo para cada técnico. se o treinador erra um desafio, perde o outro tbm, entao nao pode ficar desafiando qqr coisa. além disso, os desafios só servem pra penaltis marcados, gols marcados. um penalti nao-marcado nao pode ser desafiado (pensando no penalti nao-marcado no tinga em 2005, q resultou em cartao amarelo pra ele e no titulo brasileiro pro corinthians, tive a idéia de acrescentar desafios se o arbitro tiver parado a jogada e dado cartao amarelo, mas isso pode complicar um pouco demais)

nao vale um teste? nego já testou 2 arbitros, já testou ter tempos mortos, cartao azul… será q isso nao melhoraria nao só o jogo, mas a percepçao do publico qto à seu “senso de justiça” ou algo assim. nao é? imagina se o arbitro tem uma chance de rever os impedimentos mal-assombrados da ana paula nas semifinais da copa do brasil? ou se o arbitro revê esse gol do santos contra o vasco em q o cara tava impedido? o cara teria q ter mto mais cara de pau pra roubar como o edilson fez

Anúncios